O início desta Viagem de encantos e descobertas é em Palmas, capital do Tocantins. A hospedagem no exclusivo Safári Camp Korubo proporcionará uma experiência única, possibilitando uma completa interação com a Natureza.

Recebemos pequenos grupos e assim se minimiza o impacto ambiental e nos permite oferecer um atendimento personalizado aos visitantes. Dentro de nossa filosofia de trabalho procuramos estar sempre de acordo com as práticas e uso do Turismo Sustentável. Nossa estrutura não envolve construções de alvenaria sendo a arquitetura integrada à paisagem.Utilizamos também energia alternativa, empregamos trabalhadores nativos e incentivamos a produção e comercialização do
artesanato local.

O Jalapão possui diferentes paisagens ainda puras, intactas, o que faz a viagem ser todo o percurso e não somente um destino.
SAFARI, na lingua Swahili significa originalmente JORNADA. A Viagem convida à filosofia. Entre no clima, sinta o deserto, faça parte dele, mergulhe na natureza e curta o silêncio, atente para as cenas pequenas e para as coisas extraordiárias.

 


O nome Korubo provêm de uma tribo indígena do Vale do Javari, Amazônia, que tenta se manter “selvagem”. Saiba mais sobre os "Korubos".

Os korubos são bastante arredios, fugindo do contato com os não-indios. Conhecidos também como índios “caceteiros”, devido ao costume de utilizar bordunas (cacetes de madeira) para se defenderem. Em 2005, a população estimada era de 220 pessoas.

 
 

 

Capim Dourado é na verdade uma flor (Syngonanthus s.p) colhida 1 vez por ano no deserto do Jalapão. Da flor, estendem-se os fios de ouro que a natureza compôs. Adultos e crianças se aventuram sob o sol forte do cerrado recolhendo os ramos dessa matéria prima onde os sertanejos com sua arte transformam em belas peças artesanais. Magia de talento e paciência, é esse trabalho que torna mais digna a vida de toda uma comunidade que ao inventar os seu próprio modo de subsistência, inventou também um dos mais belos artesanatos do país.

Além de lindas, as peças ajudam bastante a melhorar a vida dos habitantes do Jalapão. Estudos botânicos e manejo comunitário estão sendo realizados para garantir a sustentabilidade econômica e ecológica desta espécie.